GuiaInvest
quanto rende a poupança e qual a melhor aplicação

Entenda quanto rende a poupança e como escolher a melhor aplicação

Você realmente sabe quanto rende a poupança? Conhecida por ser prática e bastante acessível, ela é a escolha de muitas pessoas na hora de economizar dinheiro. No entanto, será que vale mesmo a pena fazer essa opção?

Pensando nessa questão, preparamos este artigo. A seguir, você entenderá qual é a rentabilidade da caderneta de uma vez por todas. Além disso, mostraremos outras possibilidades de investimento.

Para saber mais sobre o tema, continue a leitura!

Como funciona a poupança?

vale a pena investir na poupança segura

Oferecida a empresas e pessoas físicas, a poupança é o investimento mais popular entre os cidadãos brasileiros. Tal fama se deve, em grande parte, à praticidade da caderneta, já que muitos bancos oferecem contas correntes vinculadas a ela. Em termos resumidos, transferir dinheiro para a poupança é um processo bastante simples.

Outro ponto que pode ser tratado como um atrativo dessa modalidade é a liquidez: é possível retirar seu patrimônio da conta a qualquer momento. Além disso, seus rendimentos são isentos de Imposto de Renda (IR) e sofrem correções mensais. Por esses e outros motivos, trata-se do alvo preferido dos investidores iniciantes.

Como é calculado seu rendimento?

Seu rendimento é obtido a partir de uma regra básica — quando a Taxa Selic está acima de 8,5% ao ano, ele é de 0,5% ao mês, mais a Taxa Referencial (TR). Vale lembrar que a TR é um indexador que tende a zero, ou seja, praticamente não faz diferença na rentabilidade da poupança.

Quando a Selic está abaixo de 8,5%, a caderneta rende 70% dessa taxa (mais a TR). À primeira vista, o cálculo pode até parecer complexo. Mas, na próxima seção deste artigo, explicaremos como ele pode ser aplicado na prática.

Quanto rende a poupança atualmente?

Para conseguir essa informação, é preciso verificar a Taxa Selic, conforme explicamos no tópico anterior. Hoje, ela está em 6,5% ao ano. Consequentemente, a caderneta de poupança está rendendo cerca de 4,55% ao ano (70% da taxa Selic + TR).

Atualmente, isso significa um rendimento de menos de 0,40% ao mês. Isto é: se você depositar R$ 1000,00 e precisar retirar esse dinheiro em 2 meses, ele terá rendido menos de R$ 4,00 — o que é muito pouco, concorda? Em contrapartida, a inflação acumulada dos últimos 12 meses registra uma alta de 4,4% ao ano.

Mostraremos, a seguir, qual é a relação entre essas duas porcentagens e por quais motivos você precisa acompanhá-las de perto.

Por que a poupança NÃO É o melhor investimento de Renda Fixa existente?

quanto rende a poupança

A resposta para essa questão é muito simples e direta: porque ela rende pouco. Se você deseja alcançar bons ganhos com seus investimentos, tenha em mente que isso não será possível por meio da caderneta.

O que agrava a situação é o fato de que a poupança praticamente não acompanha a inflação — que é a variação geral de preços dos produtos e serviços brasileiros. Ou seja: por mais que seu dinheiro renda um pouquinho, ele está perdendo o poder de compra.

Para exemplificar, imagine que você depositou R$ 2.000,00 e, depois de um ano, resolveu tirá-los da poupança. Essa quantia, somada aos rendimentos obtidos, dificilmente bastará para comprar algo que valia R$ 2.000,00 no momento do depósito. Afinal, se o dinheiro da poupança cresce, tenha em mente que os preços dos itens que compramos no dia a dia também se elevam.

Outra desvantagem da poupança é que sua remuneração acontece uma vez por mês, na chamada data de aniversário — ela é calculada de acordo com o último depósito que você fez. Se você sacar algum valor antes desse dia, toda a rentabilidade mensal é perdida.

Existem, atualmente, diversas opções de investimentos em Renda Fixa, que representam a modalidade mais segura. Ao investir nelas, assim como acontece com a poupança, você consegue estimar quanto seu dinheiro renderá em um determinado intervalo de tempo.

No Tesouro Direto, há uma série de alternativas do gênero. O Tesouro Selic, por exemplo, garante que a pessoa ganhe 100% do CDI (Certificado de Depósitos Interbancários) — indicador que segue a Taxa Selic, definida pelo Banco Central.

Investir no Tesouro Direto é seguro?

Sim! Aliás, investir em títulos como o Tesouro Selic é mais rentável e seguro do que aplicar quantias na poupança.

Na prática, quando você transfere dinheiro para sua caderneta, é como se emprestasse aquele valor ao banco responsável em troca dos juros e correções, que são depositados em sua conta. Em contrapartida, quem investe em títulos públicos “empresta” dinheiro ao Tesouro Nacional, que é uma instituição maior, mais sólida e, portanto, mais segura do que os bancos.

Quais são as melhores opções para investir com segurança e ter uma rentabilidade melhor?

quanto rende a poupança

Como você já sabe que os rendimentos da poupança deixam a desejar, é hora de conhecer algumas alternativas para investir com segurança e ganhar mais.

Tesouro Direto

Conforme destacamos no tópico anterior, trata-se de uma das melhores opções. Além do baixo risco de crédito, o Tesouro Direto disponibiliza diversos tipos de títulos às pessoas que investem. Assim, você pode aplicar de acordo com suas necessidades relativas a prazos, liquidez e afins.

Outra vantagem é que esses ativos são muito acessíveis: a partir de R$ 30,00 por mês, você já consegue investir e ver seu dinheiro rendendo mais no Tesouro do que se estivesse na poupança. Algumas de suas variações mais populares são:

  • Tesouro Selic (rende de acordo com a Taxa Selic);
  • Tesouro IPCA (rende de acordo com a inflação, somada a uma taxa);
  • Tesouro Prefixado (tem apenas uma taxa prefixada e invariável, isto é, você sabe exatamente quanto receberá).

CDBs

Os Certificados de Depósitos Bancários, mais conhecidos como CDBs, são títulos emitidos pelos bancos. Como se trata de uma modalidade bem simples de lidar, é amplamente recomendada para quem está dando os primeiros passos no mundo dos investimentos.

O CDB pode ser uma boa escolha para curto, médio e longo prazo. Sua rentabilidade está ligada ao CDI (Certificado de Depósito Interbancário) e ele pode render bem mais do que a poupança. Ainda assim, certifique-se de que o CDB escolhido renda 100% da taxa Selic, no mínimo. Caso contrário, o investimento pode não valer a pena.

Ações da Bolsa

Ao contrário do que muita gente pensa, é possível investir em ações da Bolsa de Valores com pouco dinheiro e de forma segura. Além disso, quem visa ao longo prazo e tem paciência pode se beneficiar com suas oscilações.

Se você tem objetivos distantes e pretende investir pelos próximos 10 anos, considere que o sobe e desce das ações tende a ser irrelevante para seus ganhos. Uma pessoa só perderá dinheiro se vender suas ações no prejuízo ou agir precipitadamente.

Caso você tenha um perfil conservador em relação aos investimentos, os títulos do Tesouro e os CDBs são ótimas saídas. Porém, se almeja obter ganhos mais significativos e aceita lidar com riscos maiores, as ações podem valer a pena.

Por isso, não se esqueça de ponderar quais são seus objetivos com os investimentos. Para quem deseja transformar o ato de investir em um hábito, a Bolsa é uma alternativa promissora, já que pode ajudar a aumentar a renda mensal. O Tesouro, por sua vez, é mais rentável e seguro do que a poupança, além de bastante acessível.

Enfim, agora que você já entendeu quanto rende a poupança, que tal considerar as outras aplicações? Investir nelas pode ser mais simples do que parece e, como vimos, é possível alcançar ótimos rendimentos dessa forma.

Se quiser saber mais sobre o assunto e conquistar sua liberdade financeira, confira o webinário 3 Passos para conquistar a sua Liberdade Financeira!

Será um prazer ajudar você.

Equipe GuiaInvest

Nossa missão é ajudar as pessoas a poupar, administrar e investir seu dinheiro de maneira inteligente para que conquistem a liberdade financeira.

Ebook grátis:

O Plano Definitivo para Você Chegar à Liberdade Financeira

Descubra como planejar sua busca pela Liberdade Financeira começando do zero!

Baixar agora
E-book: O Plano Definitivo para Conquistar sua Liberdade Financeira
[CONTEÚDO NOVO]
[CONTEÚDO NOVO]