GuiaInvest
LCI e LCA: o que são, rendimentos e mais - GuiaInvest

LCI e LCA: o que são, rendimentos e mais

Será que LCI e LCA são os investimentos certos para você? Descubra as diferenças, rendimentos, como investir e suas vantagens e desvantagens.

LCI e LCA, você já ouviu falar dessas siglas? Para alguns investidores iniciantes e outros que possuam um perfil conservador, esses dois investimentos podem ser uma boa opção dependendo do seu objetivo.

É comum dos investimentos de renda fixa as baixas taxas de administração, poucos riscos e garantia de alguma rentabilidade. Por isso se tornam investimentos de escolha de alguns investidores.

Dentre as opções de modelos de renda fixa estão os títulos do Tesouro Direto, CDB, e as LCIs e LCAs.

Hoje vamos falar dessa última alternativa.

Então, o que são LCI e LCA?

LCI e LCA são investimentos de renda fixa emitido pelos bancos.

Olhando pelo ponto de vista do investidor, eles não têm muita diferença. A aplicação, remuneração e resgate são praticamente os mesmos. A diferença fica por conta da utilização do dinheiro por parte da instituição financeira.

LCI é a abreviação de Letras de Crédito Imobiliário. Todos os recursos captados por esse título são utilizados para o financiamento das atividades do setor imobiliário do país.

LCA é a abreviação para Letras de Crédito do Agronegócio. Neste caso, os recursos são direcionados para atividades do setor do agronegócio no Brasil.

Esses títulos são emitidos por bancos e instituições financeiras para captar recursos. Ou seja, você empresta dinheiro e, em troca, recebe juros. É o mesmo que acontece com o CDB, por exemplo, o qual falamos aqui.

Só que, diferentemente do CDB, em que a instituição poderá utilizar os recursos da melhor forma que achar necessário, no LCI e LCA os bancos têm a obrigação de destinar seja para o setor imobiliário quanto para o agronegócio.

LCI e LCA: o que são, rendimentos e mais

Tanto para a LCI quanto para a LCA, a data de vencimento é definida no momento da compra. Assim, você já tem uma ideia de quanto o seu dinheiro irá render (nos casos dos pré-fixados, que você verá logo abaixo).

Como as LCIs e LCAs costumam garantir rendimentos superiores ao da caderneta de poupança, eles se tornam bastante atrativos. Mas não só por isso.

Eles também são investimentos seguros e protegidos pelo FGC – Fundo Garantidor de Créditos, que assegura até R$ 250 mil ao investidor no caso de falência do banco ou instituição que ofereceu o título.

Outro atrativo é o fato desses investimentos serem isentos de Imposto de Renda. A isenção é promovida pelo Governo como forma de incentivar o crescimento dos setores imobiliários e do agronegócio, considerados estratégicos para o desenvolvimento do país.

Rendimento de LCI e LCA

LCI e LCA são títulos de baixo risco, dessa maneira, seus rendimentos são quase sempre positivos e dependem das taxas de juros às quais estão atrelados.

Existem duas modalidades de LCIs e LCAs: prefixado ou pós-fixado.

Pré-fixado:

Se o título é pré-fixado, significa que ele apresenta uma taxa de rentabilidade fixa, por exemplo 9,9% ao ano.

Assim, no momento da compra, você sabe exatamente o quanto o seu dinheiro vai render até a data do vencimento.

Pós-fixado:

Títulos pós-fixados possuem uma taxa de rendimento atrelada a um indexador, como o CDI ou o IPCA, por exemplo.

Ou seja, no vencimento, o emissor paga um percentual deste índice. Dessa forma, o valor final do rendimento só será conhecido na data do vencimento, uma vez que o CDI pode estar maior ou menor do que estava no momento em que o título foi comprado.

O CDI, por sua vez, costuma oscilar bem próximo à Taxa Selic. Normalmente, quanto maior o prazo e o valor da aplicação, maior o percentual do CDI pago.

Como Investir em LCI ou LCA

As LCIs e LCAs são oferecidas pelos bancos e corretoras. O primeiro passo para investir nesses títulos é escolher uma instituição autorizada a intermediar a compra e venda.

Geralmente, os bancos vendem os títulos emitidos pela própria instituição. Caso você já seja correntista, as aplicações são muito mais fáceis e podem ser feitas diretamente pelos caixas eletrônicos, internet banking e aplicativos para celular.

Já as corretoras normalmente vendem os títulos de vários bancos. Caso opte por fazer dessa forma, você primeiro deve abrir sua conta (neste artigo nós explicamos como). Depois, transferir o dinheiro a ser investido para a conta da corretora e autorizar o investimento.

A aplicação mínima em um LCI ou LCA depende da instituição. Geralmente, o mínimo é R$ 5 mil. Porém, há instituições que pedem muito mais e outras oferecem a possibilidade de aplicar menos que esse valor. Por isso, pesquise!

Lembre-se de respeitar o limite de até R$ 250 mil por instituição financeira que é o valor assegurado pelo FGC. Afinal de contas, o que você busca nos títulos de renda fixa é segurança, não é mesmo?

Caso queira investir acima desse valor, opte por dividir o dinheiro entre bancos diferentes.

Vantagens e desvantagens

LCI e LCA rendimento o que e guiainvest

Uma das principais vantagens de aplicar em LCI e LCA está no fato delas serem isentas de IR (Imposto de Renda). Assim, você investe seu dinheiro e garante uma rentabilidade líquida maior do que se pagasse impostos e ainda ajuda no desenvolvimento dos setores imobiliários e de agronegócios.

Outro fator que faz com que muitos investidores optem por esses títulos é a segurança. Tanto o LCI quanto o LCA são classificados como investimentos de baixo risco. Além disso, são garantidos pelo FGC.

Isso significa que, caso a instituição onde você investiu tenha problemas e “quebre”, o FGC garante até o limite de R$ 250 mil o valor aplicado, como vimos anteriormente.

Portanto, se você tem seu dinheiro na poupança porque considera seguro, esses títulos também são e têm rentabilidades muito melhores.

A desvantagem fica por conta da liquidez. Para evitar perdas no rendimento, o ideal é manter os títulos até a data do vencimento. LCI e LCA também costumam ter prazo de carência de 90 dias. Ou seja, se você precisar do dinheiro, terá que esperar esse período para poder resgatar.

Mas afinal…

Vale a pena investir em Letras de Crédito?

A primeira coisa é conhecer seu perfil de investidor. Assim, você saberá qual a sua tolerância aos riscos e a categoria de investimento que mais se adéqua.

Depois, mais não menos importante, é você definir seus objetivos e os prazos de realização de cada um deles.

Você quer trocar de carro, comprar um imóvel, ganhar seu primeiro milhão, ter uma aposentadoria estável? Se você tem um objetivo de curto prazo, por exemplo, uma viagem de férias, o LCI ou LCA poderia ser adequada.

Mas não espere conquistar sua Liberdade Financeira com investimentos de renda fixa.

Apesar de serem bons para determinados objetivos, existem outras opções com rentabilidades muito melhores para acumulação de patrimônio, como as ações.

Ações são pequenas frações de uma empresa. No momento que você investe nelas, você recebe uma porcentagem do lucro que é distribuído na forma de dividendos. Ou seja: além do seu dinheiro investido se valorizar com o crescimento da empresa…

…Você ainda recebe lucros extras. 🙂

Já pensou em dobrar sua renda com dividendos? Receber uma renda extra sem nenhum esforço? Saiba que através das Ações é extremamente possível.

Você não precisa ter muito dinheiro para investir em ações, nem tão pouco ser um expert.

Descubra o passo a passo do método GuiaInvest para montar uma carteira de dividendos que gere uma renda igual ou superior ao seu salário atual na nossa Masterclass gratuita.

Faça seu dinheiro trabalhar por você e conquiste a tão sonhada Liberdade Financeira.

Inscreva-se gratuitamente.

Equipe GuiaInvest

Nossa missão é ajudar as pessoas a poupar, administrar e investir seu dinheiro de maneira inteligente para que conquistem a liberdade financeira.

Ebook grátis:

O Plano Definitivo para Você Chegar à Liberdade Financeira

Descubra como planejar sua busca pela Liberdade Financeira começando do zero!

Baixar agora
E-book: O Plano Definitivo para Conquistar sua Liberdade Financeira
[Semana da Regra nº]
[Semana da Regra nº]