GuiaInvest
investir no tesouro direto x poupança

Como Ganhar Até 2x Mais Que a Poupança Correndo Menos Risco

Este é o primeiro de uma série de 3 artigos em que eu revelo como você pode ganhar até 2 vezes mais que a poupança correndo menos risco, mesmo que você tenha menos de R$ 100 para investir, e mesmo sem entender conceitos difíceis de finanças e economia.

Investir no Tesouro Direto faz seu dinheiro render até 2 vezes mais que a Poupança. Saiba por que e como investir com facilidade correndo menos riscos.

Este é o primeiro de uma série de 3 artigos em que eu revelo como você pode ganhar até 2 vezes mais que a poupança correndo menos risco, mesmo que você tenha menos de R$ 100 para investir, e mesmo sem entender conceitos difíceis de finanças e economia.

E eu não estou falando de nenhum tipo de investimento ilícito, pirâmide financeira ou esquema fraudulento de ganho de dinheiro fácil….

Eu estou falando de algo muito simples e fácil de fazer, que é acessível a qualquer brasileiro, seja homem ou mulher, independente de idade, classe social ou nível educacional.

Isso parece muito bom para ser verdade?

Eu também pensava a mesma coisa antes de descobrir o que vou revelar para você em seguida.

Então, fica comigo que eu vou te mostrar em detalhes como isso é possível pra você também…

Por que você deve fugir da Poupança

investir no Tesouro Direto

A verdade é que durante muitos anos da minha vida de investidor eu só investia na poupança e pensava que era uma boa alternativa de investimento.

Eu pensava que minhas economias estavam bem aplicadas, afinal, não conhecia nenhuma outra forma de aplicar meu dinheiro!

E para pior a situação, me recordo que meu gerente do banco também não sabia me orientar muito bem.

Na verdade, lembro que ele só indicava aqueles tais títulos de capitalização, que hoje eu sei que não é investimento e só tem uma única finalidade: ajudar o banco a ganhar mais dinheiro. Mas naquele época não sabia direito. Enfim…

Mas tinha algo que me incomodada bastante em relação a investir na poupança. Com o passar dos meses e anos, eu percebia que o dinheiro aplicado lá nunca tinha uma boa rentabilidade.

Durante alguns anos, me dei conta que o rendimento da poupança mal cobria a inflação. Em outras palavras, eu estava perdendo dinheiro, porque eu não conseguia mais comprar o que comprava com o mesmo dinheiro.

Talvez você já tenha tido essa sensação em algum momento, ou conheça alguém que passou por isso: sentir na pele o dinheiro perder valor ao longo do tempo!

Até que teve um dia que meu colega de trabalho, que já tinha bem mais conhecimento de investimentos do que eu na época, me apresentou uma alternativa de investimento que rendia muito mais que a poupança… E tinha menos risco…

Fiquei meio desconfiado, achei que isso não era possível. Mas depois de ir mais a fundo, descobri que era real mesmo, não tinha nada errado.

Bom, foi aí que ele me apresentou ao fantástico mundo dos títulos públicos do Tesouro Direto

O que é o Tesouro Direto?

investir no Tesouro Direto o que é

O Tesouro Direto é um programa criado em 2002 pela Secretaria do Tesouro Nacional voltado somente para pessoas físicas. Esse programa tem o objetivo de democratizar o acesso aos Títulos Públicos Federais permitindo aplicações de valores baixos por meio da internet.

Basicamente, ao investir no Tesouro Direto, você está emprestando seu dinheiro para o Governo em troca de recebimento do valor emprestado acrescido de um taxa de juros acordada no momento da aplicação.

Para você entender a função dos títulos públicos dentro do contexto do país, é preciso compreender que o governo, em todos os seus níveis, seja federal, estadual ou municipal, necessita de recursos financeiros para atender a sociedade em suas atribuições básicas, como aquelas relativas as áreas de saúde, educação, construção de estradas, portos, ferrovias, etc…

Assim, para financiar tais atividades, o governo possui alguns instrumentos para captação de recursos financeiros, como a cobrança de impostos (a mais conhecida de todos nós), a emissão de papel moeda e por fim a emissão de Títulos Públicos.

O investimento em títulos públicos é considerado uma aplicação de renda fixa, já que tem como característica principal o fato do investidor saber, no momento da compra, a taxa de juros exata que receberá, contanto que permaneça com a aplicação até o vencimento.

Quase não acreditei quando meu colega me mostrou como tudo funcionava. Era muito simples e fácil, mas como era um programa pouco divulgado, poucas pessoas conheciam e aproveitavam as vantagens dessa modalidade de investimento.

Depois que descobri esse programa, essa nova possibilidade de investir meu dinheiro foi realmente um divisor de águas para mim, porque os rendimentos dos títulos públicos eram realmente muito melhores que os da poupança.

E existe um título em especial que foi o que mais me surpreendeu, porque ele rende praticamente o dobro do poupança com menos risco.

Mas antes de falar sobre ele, preciso falar de todas as vantagens que existem investindo nos títulos do tesouro.

Vantagens de investir no Tesouro Direto

vantagens de investir no Tesouro Direto

#1. Baixo Risco

Como é um investimento garantido pelo Governo Federal, é considerado de baixíssimo risco. Vale lembrar que o Governo recebe dinheiro, através de impostos, de todos os brasileiros, então para o Governo Federal falir, todo o Brasil precisa falir antes.

#2. Baixo Custo

Comparada com outras opções de investimento como os famosos fundos de investimentos, o Tesouro Direto tem o menor custo em taxas.

#3. Previsibilidade

Como é um investimento de renda fixa, você sabe exatamente qual será seu rendimento, contanto que mantenha o título até o vencimento. Com isso, você pode se planejar de acordo com seus objetivos para investir no Tesouro Direto.

#4. Liquidez

O Tesouro Nacional garante a compra de seus títulos em qualquer dia útil. Então, você resgatar seus títulos diariamente, da mesma forma que a poupança que você já conhece.

#5. Diversificação

O Tesouro Direto oferece diversos tipos de títulos para atender todos os tipos de investidores.

Títulos de curto ou longo prazo, títulos pós e pré fixados, títulos que pagam cupons semestrais, e até títulos que pagam um rendimento real que são os títulos atrelados a inflação.

Com essa grande diversificação de títulos, você tem a opção de escolher aqueles voltados para cenários de baixa ou alta taxa de juros, por exemplo.

Dessa forma sempre existirá um título mais adequado para usa necessidade combinando a situação da atual da economia.

#6. Acessível

É possível investir no Tesouro Direto a partir de apenas R$30. As compras no Tesouro Direto deverão ser sempre múltiplos de 0,01 do título.

Isso quer dizer, em outras palavras, que você pode aplicar o equivalente a 1% do valor do título que você deseja, respeitando o mínimo de R$ 30.

#7. Comodidade

Você pode comprar, vender, programar compras e vendas, e ainda acompanhar a rentabilidade, tudo da sua casa, através da internet.

#8. Vantagem Tributária

O Imposto de Renda é cobrado apenas na venda do título, ou no pagamento de cupons semestrais.

Não existe a figura do “come-cotas” que os fundos de renda fixa possuem, que recolhem o imposto de renda semestralmente, prejudicando assim sua rentabilidade no longo prazo.

Bom, o título que permite você ganhar até 2 vezes mais que a poupança hoje é o Tesouro Selic, LFT na denominação antiga. É um título pós-fixado que acompanha a taxa básica de juros da economia, a taxa SELIC. Logo, esse título paga praticamente a taxa Selic.

Então, sempre que o governo anuncia um aumento dessa taxa, a rentabilidade desse título também aumenta.

No momento em que escrevi este artigo, a taxa Selic está em 14,25% ao ano, e a poupança está rendendo em torno de 7,01% ao ano.

O Tesouro Selic é indicado se você acredita que a tendência da taxa Selic é de elevação, já que a rentabilidade desse título é indexada à taxa de juros básica da economia.

O valor de mercado desse título apresenta baixa volatilidade, evitando perdas no caso de venda antecipada.

Por essa razão, é considerado um título indicado para um perfil mais conservador. É indicado também para o investidor que não sabe exatamente quando precisará resgatar seu investimento.

Caso queira vender o título antes do seu vencimento, o Tesouro Nacional o recomprará pelo seu valor de mercado. Isso quer dizer, em outras palavras que funciona da mesma forma que as suas aplicações na poupança, a diferença é a rentabilidade superior.

E o risco mais baixo, já que na poupança você tem garantia no caso do banco quebrar de apenas R$ 250 mil pelo FGC, já nos títulos públicos não tem limite de garantia.

Lembrando que a previsão de inflação, o IPCA, para este ano de 2015 é de 9,25%…

Sim! É isso mesmo, investindo na poupança você está literalmente perdendo dinheiro, perdendo poder de compra.

Essa é uma das principais razões que prova que investir no Tesouro Direto é muito melhor que a poupança atualmente.

O Tesouro Selic é um título público que pode ser usado como uma reserva de emergência, da mesma forma que você faz hoje colocando seu dinheiro na poupança.

Veja as vantagens e desvantagens do Tesouro Selic:

Vantagens do Tesouro Selic

  • Excelente alternativa para curto prazo (até 3 anos);
  • Você nunca terá prejuízo se precisar vender o seu título antes do vencimento, já que ele acompanha diariamente os juros do governo;
  • Opção para substituir a sua poupança do banco, que geralmente perde para a inflação.

Desvantagens do Tesouro Selic

  • No longo prazo, sua rentabilidade tende a ser menor que os títulos atrelados a inflação (ex: Tesouro IPCA);
  • Você lucrará menos se a taxa de juros começar a cair.

Por outro lado, quando o governo começa a baixar os juros, o título começa a render menos. Portanto você só saberá quanto lucrou na data de vencimento ou quando vender os títulos antecipadamente, já que não temos como saber o futuro da taxa de juros.

Veja esse gráfico com a rentabilidade que você pode alcançar ao longo dos anos comparado com a poupança.

comparativo-poupanca-tesouro-selic

A boa notícia é que agora você sabe e já pode a partir de hoje melhorar seus rendimentos, e ainda com menos risco ao investir no Tesouro Direto.

Se você gostou deste artigo e deseja dar o próximo passo para conquistar seus maiores objetivos financeiros investindo em títulos públicos, eu elaborei um treinamento completo em que relevo todos os Segredos do Tesouro Direto.

As inscrições estão abertas por tempo limitado, portanto não perca tempo e clique aqui para saber mais sobre este treinamento!

Mas antes de terminar, eu queria te pedir para deixar um comentário abaixo me dizendo o que achou sobre investir no Tesouro Direto.

Um abraço e até o próximo artigo!

Crédito das imagens: www.shutterstock.com

André Fogaça

André Fogaça é empreendedor digital, investidor e co-fundador do GuiaInvest. É formado em Administração de Empresas pela UFRGS e pós-graduado em Economia e Finanças pela mesma instituição. Possui credencial de administrador de carteiras e consultor de valores mobiliários pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Ebook grátis:

O Plano Definitivo para Você Chegar à Liberdade Financeira

Descubra como planejar sua busca pela Liberdade Financeira começando do zero!

Baixar agora
E-book: O Plano Definitivo para Conquistar sua Liberdade Financeira
[CONTEÚDO NOVO]
[CONTEÚDO NOVO]