GuiaInvest
paulo-guedes-dividendos

O novo governo pode tributar os dividendos. O que isso muda?

Olá amigos investidores,

Uma notícia este ano cutucou os investidores de longo prazo com foco em dividendos…

Nosso ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou em Davos no dia 23/1 que a intenção do governo é reduzir de 34%, em média, a carga de impostos paga atualmente pelas empresas para 15%.

Mas para que isso seja possível, fará algumas compensações, entre elas está a temida tributação dos dividendos.

Mas isto é realmente negativo?

Nos Estados Unidos, a carga para o setor produtivo é de 20%. O Brasil com uma carga tributária média de 35% deixa de ser atrativo para empresas de fora.

Com a redução o país passará a chamar a atenção das empresas, e já sabemos, se grandes empresas investirem no país, a cascata produtiva é benéfica, mais empregos, mais renda e consequentemente mais consumo.

Guedes argumentou que a única forma de se fazer isso sem derrubar a receita (arrecadação) é por meio de uma realocação da carga tributária.

“Se cair para 15% o imposto para as empresas e o dividendo em 20%, continuamos com a mesma tributação, mas estimulamos as empresas a irem para o Brasil”, reforçou.

Atualmente, são cobrados 34% de tributação sobre os lucros das empresas. Após esta cobrança os dividendos são distribuídos sem cobrança de imposto de renda.

Guedes trata o programa como “substituição tributária” e garantiu que não haverá aumento de imposto.

A estratégia poderá de fato atrair capital estrangeiro para o Brasil. Qual empresário não quer reduzir a carga tributária de sua empresa?

Países desenvolvidos tributam os dividendos.

Com essa desoneração e consequente desobstrução da distribuição de lucros por parte das empresas, há maior circulação de riquezas na economia, com todas as vantagens daí decorrentes.

Novamente a visão de curto prazo poderá gerar uma interpretação errada e negativa sobre a tributação de dividendos.

No longo prazo é notório o benefício econômico que a tributação dos dividendos, juntamente com as outras reformas tributárias, irá trazer ao país.

E suas ações? Bom, as empresas irão possuir maior capacidade de expansão e crescimento, resultando em maiores lucros… e assim você será beneficiado.

Mas para que isso ocorra, você deve escolher empresas com os adequados fundamentos.

Não sabe quais são essas empresas? Veja na aula como selecionar as ações que irão dobrar a sua renda mensal.

Martin Kirsten

Economista do GI. Mestre e Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Investidor desde 2013, já trabalhou no mercado financeiro e assina a newsletter Recado do Economista aqui no GI. É um amante de café e de uma boa culinária.

[Palestra Online e Gratuita]
[Palestra Online e Gratuita]