GuiaInvest

Como Garimpar Barganhas na Bolsa Segundo Walter Schloss – O Superinvestor de Ben Graham

Walter Schloss cravou um dos maiores recordes já vistos no mercado financeiro: durante 40 anos seguidos gerou aos seus clientes uma média de retorno de 16% ao ano!

Mas essa história vai ainda mais além…

Convido você a explorar comigo a trajetória daquele que Warren Buffett, seu amigo do peito, chamou de “o superinvestidor”.

Walter Schloss, quando fechou as portas de sua firma, em 2003, já com 86 anos, ele cravou um dos maiores recordes já vistos no mercado financeiro: durante 40 anos seguidos gerou aos seus clientes uma média de retorno de 16% ao ano!

Além disso, sua empresa, que operava desde 1955, bateu o S&P 500 nada menos do que 15 vezes no período. Motivos suficientes para você querer conhecer mais sobre a vida de Walter Schloss, certo?

Mas essa história vai ainda mais além…

Convido você a explorar comigo a trajetória daquele que Warren Buffett, seu amigo do peito, chamou de “o superinvestidor”.

A história e o perfil de trabalho de Walter Schloss

Walter Schloss não cobrava taxas de seus clientes. Sua remuneração baseava-se em faturar 25% sobre os lucros gerados. Como não acreditar e confiar em alguém que só ganha quando você ganha?

O superinvestidor, que nos deixou em 2012 aos 95 anos, era uma figura atípica aos padrões de Wall Street.

Pouco aparecia e nunca usou um computador para investir ou mesmo para acompanhar o mercado. Suas análises eram pautadas a partir de relatórios que muitas vezes chegavam em seu escritório pelo correio. Sim, até mesmo nos anos 2000!

O primeiro trabalho de Walter Schloss foi de mensageiro em Wall Street, aos 18 anos. Aos 19, conheceu o livro Security Analysis, de Benjamin Graham.

Curioso e sedento por aprendizado, negociou com o chefe o financiamento de uma vaga  em um curso de value investing com ninguém menos que o próprio criador do conceito.

Talvez este tenha sido o ponto da virada da sua vida…

Uma parceria duradoura estava começando

parceria Walter Schloss e Warren Buffett

Anos mais tarde, ciente do talento de Walter Schloss, Ben Graham o convidou a entrar para a equipe da sua consultoria.

Pouco tempo depois, a empresa ganhou um novo membro; um aluno do pai do value investing da Columbia University, um jovem desses acima da média que atendia pelo nome de Warren.

Aham, esse mesmo, o Buffet! Foi ali que a amizade de Walter Schloss e Warren Buffett começou…

Sempre fico imaginando as conversas que rolavam entre eles. Você já parou para pensar sobre quantos milhões nasceram a partir de um bate-papo de bebedouro desses dois?

Walter Schloss tem uma carteira bastante diversificada, que chega a mais de 100 papéis ao mesmo tempo. Ele não se preocupa se é janeiro, se é segunda-feira ou se é ano de eleição.

Ele simplesmente diz: ‘se um bom negócio vale um dólar e eu posso comprá-lo a 40 centavos, algo de bom pode me acontecer’. E ele faz isso o tempo todo e é dono de muito mais ações do que eu.

Eu não pareço ter muita influência em Walter Schloss. Essa é uma de suas forças.

Ninguém tem muita influência sobre ele.

Essas palavras foram ditas por Warren Buffett, em 1984, durante um discurso que celebrava os 50 anos do aniversário do livro Security Analysis.

O tema do discurso era “Os superinvestidores de Graham e Doddsville” (analogia ao nome de David Dodd’s, coautor de O investidor Inteligente, livro que é considerado a Bíblia do investidor em valor).

Walter Schloss era um dos temas centrais da palestra.

Walter Schloss e as ações “baratas”

Walter Schloss e as ações baratas

Um dos lemas de Walter Schloss era: “nós compramos ações baratas”.

Mas entenda que isso não tem a ver simplesmente com comprar os papéis mais baratos do mercado. Baratas, para ele, eram as empresas subavaliadas com relação ao seu valor contábil.

Quando Walter Schloss gostava de uma companhia que estava monitorando, comprava um pouco e solicitava os demonstrativos financeiros à empresa. Lia atentamente, principalmente as notas de rodapé, para, ao fim, ter a resposta para a seguinte questão (recomendo que tome nota para lembrar quando for avaliar as empresas que pretende investir):

A gestão é honesta ou excessivamente gananciosa?

Isso era o que mais importava para ele. Ou seja, em resumo, sua fórmula consistia em encontrar uma boa combinação de gestão honesta com um preço abaixo do valor contábil.

Esse, aliás, é um mix poderoso!

Honestidade, integridade e bom caráter eram características muito presentes em Walter Schloss e eram sempre a base para suas decisões.

“Mais importante do que seu recorde extraordinário é o exemplo de integridade em gestão de investimentos que ele deixou. Walter Schloss nunca ganhou um centavo de seus investidores sem que eles tivessem ganhado uma significativa quantia”, disse Buffett no falecimento de seu amigo. Eles nutriram uma bela amizade por 60 anos.

7 coisas que você deve saber sobre Walter Schloss

  1. Ele seguia à risca a filosofia de investimento em valor de Ben Graham de comparar preço com valor. Ele era um caçador de barganhas.
  2. Ele preferia ler os demonstrativos financeiros do que conversar com gestores.
  3. Ele detinha um vasto portfólio com mais de 100 ações diferentes.
  4. Ele era paciente e buscava evitar o medo e a ganância.
  5. Ele priorizava empresas que tinham pouca ou nenhuma dívida.
  6. Ele nunca se esquecia de que estava lidando com dinheiro alheio. Isso só reforçava sua já forte aversão ao risco.
  7. Tinha aversão à perda.

8 frases de Walter Schloss que você jamais deve esquecer

  • Preço é o fator mais importante para se avaliar em relação ao valor.
  • Lembre-se que uma ação representa parte de um negócio e não somente um pedaço de papel. Por isso, tente estabelecer o valor da companhia de seu interesse.
  • Tenha paciência. Ações não sobem imediatamente.
  • Não venda nas más notícias.
  • Tenha coragem sobre suas convicções quando você tomar uma decisão.
  • Tenha uma filosofia de investimento e siga-a.
  • Escute sugestões de pessoas que respeita. Mas isso não significa que você tenha que aceitá-las. Lembre-se de que é seu dinheiro e geralmente é mais difícil manter dinheiro do que fazer dinheiro. Uma vez que você perde uma boa quantia de dinheiro é difícil de recuperar.
  • Tente não deixar que suas emoções afetem seu julgamento. Medo e ganância são as piores emoções para quem compra e vende ações.

Esse é o segundo artigo da série que estou escrevendo sobre grandes investidores que você precisa conhecer. Gostaria de ler sobre algum investidor em especial? Deixe um comentário com sua sugestão.

Se você gostou deste artigo, vai adorar o Ebook “Aprenda com a Sabedoria dos 10 Maiores Investidores do MundoClique aqui para baixar grátis!

Por fim, aproveito para perguntar: qual foi a maior lição que tirou da vida e obra de Walter Schloss?

Bons investimentos!

Crédito da imagens: www.shutterstock.com

André Fogaça

André Fogaça é empreendedor digital, investidor e co-fundador do GuiaInvest. É formado em Administração de Empresas pela UFRGS e pós-graduado em Economia e Finanças pela mesma instituição. Possui credencial de administrador de carteiras e consultor de valores mobiliários pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Ebook grátis:

O Plano Definitivo para Você Chegar à Liberdade Financeira

Descubra como planejar sua busca pela Liberdade Financeira começando do zero!

Baixar agora
E-book: O Plano Definitivo para Conquistar sua Liberdade Financeira
[CONTEÚDO NOVO]
[CONTEÚDO NOVO]