GuiaInvest

Financiamento de carro: Vale a pena?

Ter um carro hoje em dia é uma necessidade de milhares de brasileiros. Mas será que o financiamento de carro é uma boa opção para adquirir seu veículo? Veja aqui tudo o que precisa saber sobre o assunto!

Ter um veículo próprio hoje em dia pode ajudar na execução de muitas atividades. E para adquirir, muitas pessoas tem optado pelo financiamento.

Mas, será que este é o melhor caminho para você comprar o seu automóvel? É preciso avaliar todos os prós e contras desse tipo de decisão. Afinal de contas, se você optar por financiar estará assumindo uma dívida longa.

Nós, do GuiaInvest, sempre mencionamos em nossos posts que é necessário ter cautela quando se vai fazer algum tipo de investimento. Isso porque você estará comprometendo a sua renda por um determinado período de tempo.

No entanto, se você precisa realmente de um veiculo e deseja saber se o financiamento é uma boa opção, aproveite que essa leitura é para você.

Confira!

Principais tipos de financiamento de carro

Basicamente, existem vários tipos de financiamentos que você pode aderir para comprar o seu veículo. Os principais são:

CDC

O Crédito Direto ao Consumidor é uma das modalidades mais comuns.

Nela, a instituição financeira vai emprestar o valor em dinheiro necessário para comprar o seu veículo. Mas, durante o período da dívida não poderá negociá-lo, mesmo ele estando no seu nome.

 

 

Nesse caso as taxas e juros são negociadas na assinatura do contrato e se mantém as mesmas até a última parcela.

Caso o contratante fique inadimplente, a instituição financeira poderá entrar com uma ação judicial para tomar o carro e leiloá-lo para quitar a dívida e as despesas judiciais.

Caso sobre algum dinheiro, ele é devolvido ao contratante.

Leasing

Essa é uma forma de financiamento de carro no qual a instituição financeira vai “alugar” o veículo para você.

Quando mencionamos alugar é no sentido que você terá que pagar as parcelas e só passará a ter o automóvel no seu nome após quitar a última delas. Nesse caso, as taxas também são definidas na assinatura do contrato e se mantêm as mesmas.

A instituição financeira também poderá entrar com uma ação judicial para retomar o veículo. Contudo, nesse caso o contratante não receberá qualquer valor.

Consórcio

O consórcio de automóvel é um financiamento de carro que funciona da seguinte maneira: você escolhe o valor do credito que deseja obter e indica o período de tempo que deseja para quitar esse crédito.

A partir disso, você passa a fazer o pagamento regular do seu consorcio, mesmo ainda não estando com seu veículo em mãos.

No decorrer do período escolhido para pagamento, você pode ser sorteado e receber a chave do seu veículo ou, se preferir, pode dar um lance para adiantar algumas parcelas.

Nesse caso não se cobram juros, contudo é necessário pagar uma taxa de administração que é reajustada todos os anos. Se o contratante não pagar as parcelas, ele ficará impedido de participar dos sorteios mensais.

Como funcionam os juros do financiamento de carro?

Os juros do financiamento de carro geralmente são determinados na assinatura do contrato. Na maioria dos casos eles se mantém da primeira até a última parcela. Contudo, eles são altíssimos.

Um dos prós de financiar um automóvel é que você terá ele nas suas mãos rapidamente. Mas em contrapartida, você pagará o preço de dois carros no final das contas.

Além disso, o seu bem tende a se desvalorizar com o tempo. Então, ao financiar um veículo, dependendo das taxas trabalhadas na instituição financeira que escolher, você estará pagando um valor altíssimo que não poderá ser repassado em caso de revenda.

Essa é uma grande desvantagem. Por conta disso, o financiamento de carro acaba não valendo a pena se você puder esperar para tirar o automóvel.

O ideal é que você poupe dinheiro para retirar o veículo à vista. Inclusive, existem vários fabricantes e lojas de automóveis que oferecem descontos para quem faz o pagamento total em dinheiro.

Logo, se você pode esperar para usar o automóvel, o financiamento de carro não vale à pena.

Ele só é uma opção se você realmente precisar do veículo imediatamente, como, por exemplo, para trabalhar em um cargo que exige carro próprio.

Caso contrário, você só irá gastar mais dinheiro do que deveria.

Qual a melhor alternativa para quem precisa de um automóvel?

Se você não precisa do veículo para uso imediato, a melhor alternativa é economizar para comprar à vista.

E se você precisa aumentar sua renda para isso e realizar muitos outros sonhos, é bom começar a pensar no investimento em ações.

financiamento de carro guiainvest

Esse tipo de investimento costuma ter os melhores rendimentos do mercado, e pode ajudar você a conseguir alcançar a Liberdade Financeira mais rapidamente.

Tudo é uma questão de saber como aplicar o seu dinheiro e administrá-lo.

Se você quer ter um automóvel através dessa alternativa, então não deixe de conferir a Masterclass: Dobre Sua Renda Com Dividendos. Nela, você aprenderá a dobrar a sua renda investindo em dividendos, mesmo tempo pouco dinheiro para investir. Ou até mesmo nenhum conhecimento sobre finanças.

Agora que você já viu que o financiamento de carro não vale à pena para quem pode esperar para ter o veículo, não deixe de conhecer começar a investir e economizar.

Aproveite e compartilhe esse artigo com outras pessoas que também estão em dúvida sobre financiar um veículo.

Equipe GuiaInvest

Nossa missão é ajudar as pessoas a poupar, administrar e investir seu dinheiro de maneira inteligente para que conquistem a liberdade financeira.

[Palestra Online e Gratuita]
[Palestra Online e Gratuita]
[Palestra Online e Gratuita]
[Palestra Online e Gratuita]