GuiaInvest

Da infância pobre a um dos executivos mais bem pagos do mundo

Você já imaginou ter uma renda anual de R$ 40 milhões?

Atualmente é esse valor que remunera Bill McDermott, diretor-presidente da empresa de tecnologia SAP.

Vindo de uma infância com restrições financeiras nos subúrbios de Long Island, McDermott hoje é um dos executivos mais bem pagos do mundo, segundo a consultoria Towers Watson.

Seu salário chega a quase 1 milhão de euros por mês!

Sua trajetória é fonte de inspiração para qualquer um que deseja alcançar o sucesso financeiro, independente da renda ou nível de conhecimento.

Mesmo após adquirir a sua Liberdade Financeira, McDermott ainda possui lutas pessoais muito comoventes.

Nós do GuiaInvest valorizamos muito histórias como essa. Acreditamos que histórias incríveis de transformação podem acontecer com todas as pessoas e vamos contar um pouquinho da história inspiradora de um dos executivos mais bem pagos do mundo.

McDermott é mais do que uma história de superação e transformação: é um exemplo de pessoa que gera valor aos outros.

Comente com a gente outras histórias inspiradoras para motivar ainda mais os membros na nossa comunidade.

Infância Difícil

O Executivo Mais Bem Pago do Mundo GuiaInvest McDermott

Aos 11 anos, McDermott entregava jornais no seu bairro.

Desde pequeno teve de trabalhar para ajudar seus pais a pagarem aluguel da casa onde moravam.

Aos 16 anos, quando era funcionário de uma loja de conveniência, tomou um empréstimo de  7 mil dólares e comprou o estabelecimento dos donos.

Caso não pudesse pagar essa dívida em um ano, teria de abandonar o negócio.

Com muito esforço, tudo deu certo e a sua loja de conveniência rendeu frutos.

Em poucos anos, a renda do estabelecimento pode pagar os seus estudos na Universidade de Dowling, em Nova York.

Contra todas as probabilidades, McDermott trilhou o caminho do sucesso com muita persistência.

De Jornaleiro a um dos Executivos mais bem pagos do mundo

Executivo Mais Bem Pago do Mundo SAP

Já adulto, passou por diversas empresas até chegar a SAP, onde hoje é diretor-presidente.

Em 2015, já como executivo da SAP, sofreu um grave acidente que lhe custou a visão do olho esquerdo.

Em recente entrevista o Jornal Valor Econômico, McDermott disse que tudo na vida é uma luta e que todos indivíduos estão sujeitos a ascensões e quedas.

Às vezes você é atingido por raios, surpresas, acidentes assustadores. Mas nunca vão lembrar de você pelas suas quedas. As tentativas para se reerguer é que não deixarão você ser esquecido. – Bill McDermott

Como executivo da SAP, em 3 anos reverteu um prejuízo de quase 3 bilhões de euros para um lucro de 2 bilhões de euros.

Nesse período, as ações da empresa dobraram.

Ele, que é um dos executivos mais bem pagos do mundo não trouxe somente lucro a empresa: ele gerou valor.

A empresa passou por um processo de “humanização”, com um sistema de trabalho semelhante a empresas como Google e Facebook.

Isso rendeu a McDermott o título de um dos presidentes de empresas no qual os funcionários mais confiam.

Inspiração e Ação

Se a história de Bill McDermott, diretor-presidente da SAP e um dos executivos mais bem pagos do mundo, inspirou você, deixe seu comentário abaixo.

Você já imaginou se pudesse investir em empresas geridas por executivos como ele? 

A boa notícia é que você pode, mesmo que tenha pouco dinheiro para começar.

Nesse treinamento online 100% gratuito você vai ver como escolher em menos 5 minutos ações de boas empresas.

Por quê?

Pois investir bem o dinheiro, em empresas geradoras de valor, tem a capacidade de transformar para melhor a vida das pessoas.

O que você vai ver:

– Investir em ações de empresas boas não é arriscado;

– Existe um método muito simples de encontrar boas empresas;

– Investir em ações de boas empresas tem a capacidade de aumentar muito o seu patrimônio.

Lembre-se que é dando o primeiro passo que se trilha grandes jornadas. Inscreva-se.

Um abraço e bons investimentos!

Crédito das Imagens. www.shutterstock.com.br

Martin Kirsten

Economista do GI. Mestre e Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Investidor desde 2013, já trabalhou no mercado financeiro e assina a newsletter Recado do Economista aqui no GI. É um amante de café e de uma boa culinária.