GuiaInvest

Essa bobagem já tirou dinheiro de muita gente

Caro leitor,

Você já ouviu a seguinte frase: “vou esperar as coisas ficarem mais tranquilas para começar a investir na bolsa”?

Em um primeiro momento parece algo coerente, afinal ninguém quer deixar o dinheiro sujeito a um cenário duvidoso.

Mas acredite, esse raciocínio é um grande indício de que o investidor que pensou assim irá comprar na alta e vender na baixa, ou seja, ter prejuízo.

A lógica disso é simples.

O mercado antecipa os movimentos da economia real. Quando “as coisas estiverem mais tranquilas” a bolsa já terá subido muito. Pronto: o investidor comprou na alta.

Mas perceba que esse mesmo investidor não se sentia confortável em investir na bolsa quando “as coisas não estavam tranquilas”.

Se “as coisas piorarem”, a bolsa cai e o investidor se enxerga carregando um investimento indesejado. O que ele faz? Por coerência, ele acaba vendendo e assume um prejuízo, afinal ele nunca quis investir na bolsa se “as coisas não estivessem tranquilas”.

E acredite: isso é o que a maioria das pessoas que investe em bolsa faz.

As pessoas acreditam estar agindo racionalmente, acreditam ser diferentes da maioria, mas na verdade reproduzem fielmente o comportamento médio. Se comportando como a maioria, você tem o resultado da maioria: prejuízo.

Nenhuma novidade.

Se uma queda de 20% tira seu sono, a bolsa não é para você (ainda).

Esse tipo de bobagem já tirou dinheiro de muita gente.

Nosso dever é educar quem nos acompanha. Não queremos que nossos leitores caiam em armadilhas tão comuns quanto essa.

Já existe muito idiota na bolsa de valores. Mas aqui não. Nossos leitores aprendem com os erros que nós mesmos cometemos no passado.

Não queremos que ninguém cometa as idiotices que já cometemos.

Não queremos que você seja um idiota.

Não seja um idiota na bolsa de valores.

Um abraço e bons investimentos.

Ps.: Bolsonaro “dilmou” e causou tensão. Boletim Focus vem mostrando otimismo cada vez menor para 2019. Guedes segue focado na Previdência. Vamos aguardar os próximos desdobramentos.

Martin Kirsten

Economista do GI. Mestre e Graduado em Ciências Econômicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Investidor desde 2013, já trabalhou no mercado financeiro e assina a newsletter Recado do Economista aqui no GI. É um amante de café e de uma boa culinária.

[Palestra Online e Gratuita]
[Palestra Online e Gratuita]