GuiaInvest

Entenda como usar os juros compostos a seu favor!

Você sabe como usar os juros compostos a seu favor, para aumentar o rendimento das suas aplicações? Esse fator multiplicador pode trazer resultados tão bons que, em alguns casos, pode proporcionar um salário sem trabalhar.

No entanto, boa parte das pessoas, mesmo tendo ouvido falar no tema, não entendem bem o seu funcionamento.

Pensando nisso, no artigo de hoje, vamos conversar sobre como atua esse tal de juro composto e, além disso, como será possível melhorar os seus resultados financeiros no dia a dia. Continue lendo e confira!

Afinal, o que são juros?

como usar os juros compostos a seu favor guiainvest

São as remunerações pagas por um investimento em dinheiro. Basicamente, juro é a retribuição pela disponibilização do capital. Ele pode apresentar-se de duas formas: como rendimento ou tarifa.

Por exemplo, quando um banco empresta seu próprio capital para você, ele cobra um custo pela transação. Esse valor é o pagamento que a instituição recebe por investir o dinheiro em você. Observe que, para a companhia, essa quantia é o rendimento do dinheiro aplicado. No entanto, para você, é uma tarifa.

Agora, imagine que você adquiriu um título público no Tesouro Direto. Com o passar do tempo, vai observar que o capital aplicado inicialmente terá seu valor acrescentado de forma periódica. Nesse caso, o fato de ter emprestado o seu dinheiro para o governo ocasiona o pagamento dos juros excedentes: o rendimento.

Além disso, essa taxa pode ser aplicada de duas formas: juros simples ou compostos. Como veremos em seguida.

O que são juros simples?

como usar os juros compostos a seu favor

É a modalidade mais conhecida pela população. Juros simples são caracterizados por renderem um percentual do investimento inicial a cada mês ou ano.

Por exemplo, considere que um amigo lhe pediu R$ 10.000 emprestados e ofereceu, como pagamento, uma taxa de juros simples de 5% ao mês. Vocês combinaram que o recebimento aconteceria após 5 meses. Dessa forma, os juros mensais seriam:

  • 1° mês: R$ 10.000 x (0.05) = R$ 500
  • 2° mês: R$ 10.000 x (0.05) = R$ 500
  • 3° mês: R$ 10.000 x (0.05) = R$ 500
  • 4° mês: R$ 10.000 x (0.05) = R$ 500
  • 5° mês: R$ 10.000 x (0.05) = R$ 500

Ou seja, essa modalidade obtém sempre o mesmo resultado para um intervalo de tempo igual. E o valor total de juros acumulados é dado pela equação:

  • J = C x i x t

Sendo:

  • J: juros simples;
  • C: capital inicial;
  • i: taxa de juros por período;
  • t: tempo.

Assim, a quantia total de juros desse investimento é:

  • R$ 10.000 x 0.05 x 5 = R$ 2.500

E o valor total recebido no final:

  • R$ 10.000 + R$ 2.500 = R$ 12.500

O que são juros compostos?

como usar os juros compostos a seu favor

Você já deve ter ouvido a expressão: “juros sobre os juros”. Bem, ela é uma ótima forma de explicar juros compostos.

Esse tipo de rendimento é caracterizado por gerar resultados cada vez melhores. Isso acontece porque ele calcula os juros sobre o seu capital inicial junto aos valores já recebidos. Com isso, a lucratividade vai ficando cada vez maior, pois a taxa é calculada sobre quantias sempre superiores, proporcionando, até, a sua aposentadoria.

Lembra o exemplo do empréstimo ao seu amigo? Agora, imagine que você disponibilizaria os R$ 10.000 com juros compostos de 5% ao mês. No decorrer dos 5 meses, o valor dos juros acumulados seriam:

  • 1° mês: R$ 10.000 x (0.05) = R$ 500
  • 2° mês: R$ (10.000 + 500) x (0.05) = R$ 525
  • 3° mês: R$ (10.500 + 525) x (0.05) = R$ 551
  • 4° mês: R$ (11.025 + 551) x (0.05) = R$ 578
  • 5° mês: R$ (11.576 + 578) x (0.05) = R$ 607
  • Total de juros: R$ 2762

Dessa forma, é possível perceber que:

  • a cada mês, ele adiciona o valor recebido anteriormente e, em seguida, calcula o juro atual;
  • para o mesmo período, o resultado é superior ao dos juros simples;
  • as parcelas de rendimentos mensais vão ficando cada vez mais altas.

Essas características são as responsáveis pela “magia” dos juros compostos, o que pode ajudar muito em seu planejamento para ter sucesso financeiro.

Nesse caso, o valor obtido no final do investimento é:

  • R$ 10.000 x (1 + 0.05)5 = R$ 12.762 (maior que os 12.500 do juros simples)

Dado pela equação:

  • T = C x ( 1 + i )t

Sendo:

  • T: o total de dinheiro acumulado;
  • o restante é iguais aos juros simples.

Como ele pode ser usado nos investimentos?

como usar os juros compostos a seu favor

A propriedade de gerar retornos cada vez maiores é muito útil para potencializar os investimentos. Inclusive, isso pode transformar pequenas quantias em verdadeiras fortunas. Duvida? Vamos analisar!

Nos exemplos anteriores, vimos que o juro composto começa rendendo igual ao simples: R$ 500. Porém, em apenas 5 meses, já está pagando: R$ 607. Ou seja, R$ 107 a mais. Nesse momento, reflita sobre o que aconteceria no decorrer de anos. Bem, esse rendimento cresceria, tanto que é uma das formas mais sólidas de como conquistar 1 milhão de reais.

Imagine, agora, que você vai aplicar esses R$ 10.000 em um investimento que rende 0.8% ao mês. Em seguida, adicionará mais R$ 1.300 à aplicação, mensalmente. Desse modo, você receberá juros sobre o acumulado durante todo o período.

No decorrer dos anos, o seu capital inicial se tornará:

  • 5 anos: R$ 115.740,94
  • 10 anos: R$ 286.300,11
  • 15 anos: R$ 561.410,51
  • 20 anos: R$ 1.005.161,08

Observe, que em duas décadas, esse investimento se transformará em 1 milhão de reais. Além disso, você só contribuiu com apenas R$ 322.000,00 desse total, pois os R$ 683.161,08 restantes vieram dos juros compostos.

Outro ponto importante: você teria que esperar 15 anos para conseguir R$ 500.000,00. No entanto, aguardando apenas mais 5 anos, conseguiria outros R$ 500.000,00.

E isso acontece para qualquer periodicidade. Ao investir 10 anos, nos últimos 2 anos e meio, você terá o mesmo lucro que obteve nos 7 anos e meio iniciais, por exemplo.

Ou seja, os juros compostos podem parecer lentos no início, mas, no final, os ganhos crescem consistentemente. Com isso, é possível perceber que, quanto mais tempo deixar o dinheiro investido, maior será o rendimento e mais rápido seu patrimônio crescerá.

Agora, imagine que você não tinha como acrescentar nada mensalmente e apenas deixasse os R$ 10.000 iniciais lá. Porém, também conseguisse aumentar a taxa de 0,8% para 1% ao mês. Observe o quanto teria:

  • 5 anos:  R$ 18.166,97
  • 10 anos: R$ 33.003,87
  • 15 anos: R$ 59.958,02
  • 20 anos: R$ 108.925,54

É fácil perceber que a cada 5 anos o capital praticamente dobra.

E se você estendesse o investimento por mais 10 anos, sabe o quanto teria acumulado? Seriam R$ 359.496,41!

Teria ganhado aproximadamente R$ 250.000,00! Isso é mais de duas vezes o valor de R$ 108.925,54 que precisou esperar nos primeiros 20 anos. Esse é um exemplo da força do rendimento do juro sobre juro, é como uma bola de neve!

Agora, pense que no lugar de aumentar o prazo, você pudesse aumentar a rentabilidade mensal para 2%. Veja o que acontece:

  • 5 anos: R$ 32.810,31
  • 10 anos: R$ 107.651,63
  • 15 anos: R$ 353.208,31
  • 20 anos: R$1.158.887,35

Dessa forma, é possível notar que uma taxa melhor representará muito dinheiro no longo prazo. Além disso, foi possível chegar ao 1 milhão em 20 anos sem a necessidade de depósitos mensais, diferentemente do caso em que a taxa era 0,8% ao mês.

como usar os juros compostos a seu favor

Saiba que esses resultados são completamente alcançáveis. Historicamente, o investimento em ações gera um retorno médio em torno de 2% ao mês, enquanto taxas como 0,8% mensais podem ser encontradas na renda fixa.

A princípio, entender o funcionamento desse tipo de juros em nossas aplicações pode parecer intimidador. Sobretudo, se não temos muita afinidade com matemática. No entanto, após todos esses esclarecimentos, é possível observar que ele não é tão complexo assim.

Além disso, associado ao tempo, os juros compostos trazem resultados exponenciais aos seu investimentos. De maneira que pequenas quantias podem, realmente, tornar-se muitos dígitos em poucos anos.

Agora você percebe que para ser rico precisa apenas de duas coisas: prazo e rentabilidade. E se você quer se aposentar um dia, precisa saber quanto investir por mês. Por isso, preparamos uma planilha que mostra isso! Aproveite!

Equipe GuiaInvest

Nossa missão é ajudar as pessoas a poupar, administrar e investir seu dinheiro de maneira inteligente para que conquistem a liberdade financeira.

Ebook grátis:

O Plano Definitivo para Você Chegar à Liberdade Financeira

Descubra como planejar sua busca pela Liberdade Financeira começando do zero!

Baixar agora
E-book: O Plano Definitivo para Conquistar sua Liberdade Financeira

Seja o primeiro a comentar!