GuiaInvest

Cuidado com o que você lê

Essa foi para matar…

Caro leitor,

Sabe a diferença entre uma notícia interessante e uma notícia importante?

Hoje eu li uma notícia sobre fundos que me deixou indignado.

Seu título era: “Menos da metade dos fundos de ações batem a bolsa”.

Interessante não? Está colocado em xeque a ideia de que investir em fundos é uma boa.

Continuei lendo a notícia.

O subtítulo era: “Estudo mostra que apenas 43,9% das carteiras de renda variável dão retorno acima do Ibovespa num prazo de três anos”

Nesse ponto minha paciência acabou. Fiquei irritado. Duas frases me bastaram para que eu perdesse minha paciência.

Pensa comigo.

Se o Ibovespa é, a grosso modo, a média do comportamento das ações, é de se esperar que mais ou menos a metade dos fundos consiga superar a média e a outra metade não consiga.

Faz sentido para você?

Antes que um entendido venha me dizer que o correto seria usar a mediana e não a média, eu sei disso.

Por isso usei o “mais ou menos” acima.

Faz sentido também que um pouco menos da metade deles supere a média, pelo simples fato de que o fundo cobra taxa de administração, que é descontada do seu desempenho.

Isso faz com que um fundo “médio” naturalmente renda menos do que o Ibovespa, a não ser que ele seja (pasme!) acima da média.

Portanto, por mais interessante que essa notícia seja, é uma conclusão inútil e redundante.

Já falei uma vez e vou falar de novo: leia menos notícias.

As notícias são sempre interessantes, mas poucas vezes são importantes.

Para eu não ser chamado de radical, quer saber um exemplo de notícia importante?

Da mesma publicadora, para ser justo: “Número de famílias endinheiradas atendidas por gestores independentes cresce 7,5%”

Essa turma sabe o que faz.

Eles estão migrando para gestores independentes, com menos ou nenhum conflito de interesse na prestação de serviço, e com uma dedicação muito mais atenta ao investidor do que os grandes bancos o fazem.

Já escrevi antes sobre gestores independentes.

Eles estão revolucionando o mercado. Para o bem.

Esteja atento e vá na mesma direção.

Peça para seu gerente do banco a lista de fundos que ele pode lhe oferecer.

Depois abra conta na XP Investimentos, por exemplo, e veja os fundos de investimentos disponíveis.

Você vai lembrar de mim.

Me siga no Instagram (@marcelofayh). Me xingue, me acalme ou apenas me mande uma pergunta qualquer por lá.

Abraço!

Marcelo Fayh