GuiaInvest

Como Aumentar seu Patrimônio Líquido em 4 Passos Simples

Patrimônio líquido: qual é a definição exata deste termo? Como fazer para acelerar o seu crescimento em prol de uma vida mais livre e plena? É o que você vai descobrir neste artigo. Acompanhe comigo.

Patrimônio líquido: qual é a definição exata deste termo? Como fazer para acelerar o seu crescimento em prol de uma vida mais livre e plena? É o que você vai descobrir neste artigo. Acompanhe comigo.

Uma das leituras obrigatórias de todas as pessoas interessadas em ter uma relação mais saudável e produtiva com o dinheiro é o livro Os segredos da mente milionáriaaprenda a enriquecer mudando seus conceitos sobre o dinheiro e adotando os hábitos das pessoas bem-sucedidas.

Se você já leu, é provável que concorde comigo que existe um “antes e depois” dessa leitura na forma como lidamos com o dinheiro e a vida, não?

Na obra, o autor T. Harv Eker derruba mitos consagrados sobre a riqueza e ajuda o leitor a mudar uma “chavinha” no cérebro para pensar como os ricos no que diz respeito à gestão financeira de suas vidas.

Eu já escrevi aqui sobre alguns dos segredos dos milionários que todo investidor precisa conhecer, mas hoje quero ir além.

Um dos capítulos do livro fala sobre a necessidade de mudar a forma como enxergamos a construção da riqueza. E traz lições preciosas, que quero compartilhar com você.

1. Foque no patrimônio líquido

A lição número um é: esqueça os rendimentos e foque no patrimônio líquido, que é simplesmente o valor de tudo o que você tem (dinheiro, ações, imóveis, negócios e outros bens de valor) e subtraia o que você deve.

O patrimônio líquido é a medida definitiva da riqueza porque, se necessário, os bens podem ser liquidados, ou seja, convertidos em dinheiro.

T. Harv Eker

Um dos maiores erros que as pessoas cometem quando pensam em enriquecer é delimitar sua visão aos rendimentos mensais.

Muitos ficam presos – e não raramente cegos – a condicionar seu futuro sucesso financeiro a aumentos salariais que, em alguns casos, mal cobrem a inflação. Se você deseja dar um passo à frente e fazer diferente do que a maioria faz, precisa sair do piloto automático e tomar as rédeas de suas finanças.

Antes de apresentar as outras três formas de fazer seu patrimônio líquido crescer, permita-me explicar brevemente o que são e como são divididos os rendimentos.

1. Rendimento ativo

É o dinheiro que você ganha por seu trabalho. Ele é a base para a construção do seu patrimônio líquido, mas jamais pode agir independente. Fique comigo que logo você vai entender por quê.

2. Rendimento passivo

Dinheiro que você recebe sem trabalhar ativamente. Ele pode vir de diferentes formas, como dividendos, renda de aluguel, royalties, venda de algo que exigiu um trabalho inicial, mas hoje está no piloto automático, e assim por diante.

O problema da maioria das pessoas que vivem o mantra do “deixe a vida me levar” é que acabam ficando somente nesses rendimentos e se deixam levar por um ciclo vicioso.

Não são poucos os que têm excelentes rendimentos, mas não conseguem obter a independência financeira porque deixam de lado os outros três pilares fundamentais para construir fortuna, que são:

  1. Poupança
  2. Investimentos
  3. Simplificação

2. Acelere o Crescimento do seu Patrimônio

como acelerar crescimento do patrimônio líquidoA construção de seu patrimônio líquido deve ser resultado de um mix entre esses quatro aspectos – lembrando que os rendimentos mensais são o quarto elemento. A poupança é o primeiro e talvez o mais desafiador passo, principalmente para quem não está acostumado a ser o protagonista de sua vida financeira.

É fácil gastar mais quando se passa a ganhar mais – muitas vezes, com futilidades e luxos desnecessários – mas se você está lendo este artigo e se enxergando neste exemplo, pare tudo e reveja seu modo de vida. Será que não há nada que você possa fazer para reduzir seus custos fixos e dar um passo importante para enriquecer?

Uma dica simples, mas muito poderosa, é remunerar a si mesmo todos os meses assim que seu rendimento ativo cair em sua conta. Ou seja: destine um percentual do que entra (sugiro começar com 5%) para poupar, e desafie-se a aumentar esse percentual progressivamente mês a mês.

3. Controle seus gastos

Combine isso com um controle rígido de todos os seus gastos. Registre em uma planilha, app ou software, desde o cafezinho diário até a prestação do carro. Não será difícil encontrar os gargalos. É possível que esses 5% estejam indo para o ralo em algo absolutamente inútil que você pode evitar com pouco esforço.

A partir do momento que está em dia com a poupança, a brincadeira começa a ficar divertida, pois é hora de investir.

As pessoas ricas despendem tempo e energia aprendendo a investir e têm orgulho de serem excelentes investidoras ou, pelo menos, de contratar ótimos profissionais para executar essa tarefa por elas. Quem tem mentalidade pobre pensa que investimento é coisa de rico. E, como nunca aprende a fazer isso, continua na pior.

T. Harv Eker

4. É preciso mudar a mentalidade, refletir e agir

O quarto item que fará seu patrimônio líquido crescer tem a ver com o que comentei sobre a poupança. Exige uma mudança de mentalidade e uma reflexão profunda sobre como você rege sua vida e quais são suas prioridades. Simplificar é preciso!

É claro que buscar um aumento nos rendimentos, poupar e investir com sabedoria é importante, mas tudo isso pouco vai trazer resultado se você não reduzir seu custo de vida.

Se, para você, felicidade significa morar em uma mansão com carros importados na garagem e mil mordomias, a liberdade financeira está, provavelmente, muito distante da sua realidade. E, cá entre nós, a relação entre bens materiais e felicidade tem prazo de validade, acredite. E ele é bem curto!

Agora, se seu objetivo é usar o dinheiro como uma ferramenta para realizar sonhos e levar uma vida mais leve e feliz, ao adotar os quatro pilares como um mantra, estará caminhando fortemente na direção de seus sonhos.

Por fim, quero deixar uma dica prática, que vai ajudá-lo a se manter focado e motivado na missão de enriquecer:

Crie uma planilha com todo o seu patrimônio, monitore e atualize essa planilha mês a mês. Você se sentirá muito bem por ver seu patrimônio crescer e ficará cada vez mais motivado a continuar. O efeito psicológico desse simples gesto é poderoso, acredite!

gerenciar patrimônioComo você gerencia suas finanças?

Quero aproveitar esta conversa de hoje para saber como você gerencia suas finanças no dia a dia. Você faz um controle rígido de todos os gastos, está sempre analisando e procurando formas de ser mais econômico e produtivo financeiramente ou está em débito consigo mesmo nesse quesito? Usa uma planilha própria ou um sistema de gerenciamento de contas?

Conte pra mim. Estou pensando em coletar boas práticas de leitores para transformar em um artigo em breve. Conto com você.

Bons investimentos.

Crédito das imagens: www.shutterstock.com

Aprenda como ganhar de R$1mil a R$5mil por mês com dividendos, mesmo que tenha somente R$100 para começar.

André Fogaça

André Fogaça é empreendedor digital, investidor e co-fundador do GuiaInvest. É formado em Administração de Empresas pela UFRGS e pós-graduado em Economia e Finanças pela mesma instituição. Possui credencial de administrador de carteiras e consultor de valores mobiliários pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

[Palestra Online e Gratuita]
[Palestra Online e Gratuita]
[Palestra Online e Gratuita]
[Palestra Online e Gratuita]