GuiaInvest

A empresa OGX vale um trilhão de dólares

Olá amigos investidores,

Hoje pela manhã eu estava tomando um café no Guiainvest, quando o colega Thomas do marketing me fez a seguinte indagação.

“Edu eu li umas notícias antigas da empresa OGX, o que aconteceu com ela?”

Eu peguei mais um café e busquei as “memórias” de um passado não tão distante…

O ano era 2011, nessa época eu funcionário de um grande banco internacional.

Lembro muito bem que nessa época, quando o assunto tratava sobre empresários de sucesso, o nome Eike Batista entrava em destaque.

Uma das empresas do grupo do Eike Batista, parecia se destacar pelo enorme potencial…OGX.

“Eu sei enxergar diamantes não polidos, a OGX tem hoje um trilhão de dólares de valor em petróleo…”

Disse Eike Batista um dos homens mais ricos do mundo em uma entrevista. A veracidade no olhar de Eike Batista ao dizer esta frase, era capaz de eliminar qualquer incerteza até mesmo do investidor mais cético.

De fato Eike era um vendedor nato (havia trabalhado como vendedor de apólices de seguros), diria até que era um grande vendedor de sonhos, o maior que a bolsa já teve.

O mercado comprou essa história de forma muito intensa, ainda que a empresa estivesse em fase pré-operacional.

Inclusive na época uma grande casa de análise, recomendou compra das ações OGXP3 com objetivo de longo prazo.

Investir em uma empresa pré-operacional é muito arriscado!

Toda empresa possui um ciclo de vida e identificar em qual fase ela se encontra é fundamental.

Não é uma regra absoluta, mas a maior parte das empresa pré-operacionais, possuem características semelhantes:

  • Não possuem dados históricos de desempenho
  • Receitas inexistentes e prejuízos operacionais
  • Diversas empresas não conseguem ultrapassar essa fase

Fica evidenciado que investir em empresas na fase pré-operacional é uma “compra” de um alto grau de risco.

Para analisarmos uma empresa de forma segura, necessitamos prioritariamente de dados históricos de desempenhos (demonstrativos de resultados), além de uma visão qualitativa da empresa. Excluindo os dados históricos (quantitativos) e analisando apenas as expectativas futuras, te impendente de vislumbrar com certo grau de segurança se empresa irá iniciar uma trajetória lucrativa.

O fato é que “comercialmente” a empresa foi vendida como uma oportunidade única e atingiu seu ápice de preço no dia 15/10/2010, sendo negociada a R$ 23,37 (+ 500%).

Recorrentemente eu digo que no curto prazo o que define o preço é questão de fluxo de capital especulativo e no longo prazo o preço das ações acompanha o valor da empresa.

No dia 03/07/2013, o mercado entendeu que a história de Eike sobre a OGX era linda mas realmente era apenas uma “história”…Seu preço atingiu R$ 0,39 (- 98%)

Eu prefiro investir em empresas e não em projetos ou como muitos dizem: mera apresentação de Power Point.

Busco estudar e analisar fundamentos históricos, entendendo o comportamento da empresa em diversos ciclos econômicos e de forma embasada avaliar sua capacidade de crescimento de lucros.

Eu opto por fatos e não apenas de suposições. Evito tentar “encontrar o bilhete premiado”.

Muitos investidores novos, assim como o Thomas, não vivenciaram os dias históricos da OGX.

A grande lição que fica é:

Nunca invista em um conto de fadas!

Bons investimentos,

Eduardo Voglino

Eduardo Voglino

[Palestra Online e Gratuita]
[Palestra Online e Gratuita]
[Palestra Online e Gratuita]
[Palestra Online e Gratuita]