Blog do GuiaInvest
investir em ações o lobo de wall street

Investir em ações: não seja a próxima vítima do “Lobo de Wall Street”

Quem sabe você já não topou com o Lobo de Wall Street por aí e nem percebeu? Pois confira agora mesmo nesse artigo e aprenda a não cair na lábia de um desses manipuladores calculistas e perder seu tão suado dinheirinho.

Ao investir em ações, é preciso tomar alguns cuidados. Afinal, você não quer ser a próxima vítima do “lobo de Wall Street”. Saiba como se proteger para não cair em armadilhas.

Você pode até não ter visto o filme O Lobo de Wall Street, mas certamente conhece alguém parecido com o personagem principal — desonesto, cínico, manipulador, com complexo de grandeza e simplesmente tarado por dinheiro!

Pode parecer pura ficção, mas o filme é realmente inspirado na história do corretor financeiro Jordan Belfort, uma pessoa real, assim como eu e você.

Veja abaixo um trecho do filme que representa bem a maneira de pensar deste tipo de profissional.

Quem sabe você já não topou com um tipo desse por aí e nem percebeu?

Pois confira agora mesmo nesse artigo e aprenda a não cair na lábia de um desses manipuladores calculistas e perder seu tão suado dinheirinho ao investir em ações:

Antes de qualquer coisa, desconfie de tudo e de todos

cuidados ao investir em ações

Você provavelmente já ouviu muitas histórias de gente que foi inescrupulosamente enganada, perdendo dinheiro para estelionatários, comprando terrenos na lua ou bilhetes premiados de loteria, não é mesmo?

E você pensa por dentro, muito orgulhosamente, que isso jamais aconteceria com você, certo?

Pois a verdade sobre esses esquemas é que, na maioria das vezes, as vítimas não são totalmente inocentes.

Elas também queriam ganhar algum dinheiro fácil ou se aproveitar de uma oportunidade teoricamente imperdível.

Mas os malandros sabem bem como usar a ganância das pessoas contra elas mesmas. Todos nós já tivemos um momento, por mais breve que tenha sido, de pensar que os bobos são os outros.

O que você não só pode como deve fazer é manter os olhos bem abertos para ofertas milagrosas e insistentes, que prometem altos e rápidos retornos.

Afinal de contas, você já parou para pensar que, se o milagre é assim tão garantido, por que o sabichão estaria dividindo o segredo do século justamente com você?

Antes de tomar qualquer decisão, conheça o que motiva as pessoas

o que motiva as pessoas a investir em ações

Entender as outras pessoas não é um gesto de caridade muito menos um estudo antropológico. É, sim, fundamental para a preservação do seu dinheiro!

Se alguém o informa que vai cobrar uma comissão, por exemplo, pode ser bom sinal, porque quem cobra comissão só lucra se o negócio efetivamente der certo.

Já se alguém diz que vai fazer algo por caridade ou porque você parece ser boa gente, é melhor manter seu pé bem lá atrás.

Jordan Belfort, por exemplo, começou ganhando dinheiro com comissões em cima de “penny stocks” — ações baratas vendidas fora da Bolsa. Só que seus clientes não sabiam exatamente disso.

A regra dos corretores de ações no filme é muito simples: cada vez que os clientes investem em papéis misteriosos, que podem subir ou descer, o corretor ganha dinheiro de verdade, sem mistério algum.

Se você entende, por exemplo, que o gerente do seu banco ganha dinheiro para defender aos interesses da instituição para a qual trabalha, pode analisar tudo com muito mais transparência, captando as reais motivações em jogo e tomando melhores decisões, de acordo com seus próprios interesses.

Estude para se embasar e se proteger antes de investir em ações

estude e prepare-sepra investir em ações

Há muitos métodos para se ficar rico divulgados por aí. Muitos, inclusive, escritos por gente que nunca sequer ganhou algum dinheiro significativo. Não é engraçado?

Apenas estudando, investindo em sua educação financeira, você pode descobrir quem é picareta e quem é verdadeiramente competente.

Existem aqueles que estudam as movimentações de preço das ações na tentativa de prever o seu comportamento futuro e há gurus — como o Nassim Nicholas Taleb, por exemplo — que acham que isso não passa de uma tremenda bobagem.

Perceba como, quando o assunto é dinheiro e os palpites podem vir a custar muito caro, é melhor ter informação do que opinião.

O mundo está cheio de grandes espertalhões, sempre prontos para passar a perna em alguém. O importante é não deixar que esse alguém seja você!

Principalmente no mundo dos negócios, em que uma parte sai ganhando mais que a outra, desconfie de ofertas mirabolantes, atente-se para a pureza ou a imundice das motivações alheias e trate de se informar, porque o conhecimento abre muitas portas — e também os olhos!

Não fique à mercê de orientações duvidosas ou de meras intuições místicas: embase suas decisões e seus julgamentos!

E foi pensando nisso que montei uma aula online e gratuita que não dá orientações de quais ações comprar, mas ensina o passo a passo para você mesmo selecionar as melhores ações do mercado.

E você, o que faz para se proteger dos lobos de Wall Street ao investir em ações?

Tem alguma história similar para compartilhar?

Deixe um comentário sobre o que achou deste texto. Ficaria muito agradecido de saber a sua opinião.

Até o próximo artigo!

(crédito das imagens: shutterstock.com)

André Fogaça

André Fogaça é empreendedor digital, investidor e co-fundador do GuiaInvest. É formado em Administração de Empresas pela UFRGS e pós-graduado em Economia e Finanças pela mesma instituição. Possui credencial de administrador de carteiras e consultor de valores mobiliários pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

Ebook grátis:

O Plano Definitivo para Você Chegar à Liberdade Financeira

Descubra como planejar sua busca pela Liberdade Financeira começando do zero!

Baixar agora